BAGÉ WEATHER
Crime

Preso que participou da morte de bageense é encontrado morto

Foto: Carlos Vogt/Especial FS
Autoridades de Segurança concederam entrevista coletiva ontem sobre o caso

O corpo de Guilherme Fernando Mendonça Huff, de 29 anos, foi encontrado, na manhã de ontem, dentro de um apartamento na avenida Independência, no centro de Porto Alegre. De acordo com informações da Polícia Civil, ele era o preso que matou, na última segunda-feira, o bageense Clóvis Antônio Roman, de 54 anos, que trabalhava como agente penitenciário em Caxias do Sul.

O detento resgatado, que havia sido localizado pela Polícia Civil em um apartamento no centro da Capital, foi encontrado morto pelos agentes na manhã de ontem. Conforme um de seus comparsas - que estava no apartamento no momento da ação e também foi preso -, o foragido não queria voltar para a prisão. O homem teria se matado em um dos cômodos ao perceber a entrada da polícia no local. No apartamento foi encontrada a arma usada na matar Roman. Os outros presos foram localizados no bairro Santa Cecília, na Capital, e na cidade de Portão. Também foi identificado e preso o detento que organizou o resgate de dentro da Penitenciária Estadual de Caxias do Sul, no Apanhador. Já a esposa do detento resgatado, que pagou pelo apartamento onde a polícia localizou o foragido, foi presa na cidade de Três Cachoeiras. Uma pessoa ainda está foragida.

Durante uma entrevista coletiva, o titular da 8ª Delegacia Regional de Polícia do Interior, delegado Cléber dos Santos Lima, disse que o ataque na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) foi planejado há 15 dias dentro do presídio.

O delegado afirmou que existe um vasto material que comprova a participação de todos os envolvidos no ataque onde Roman acabou sendo morto. Lima informou que na ação da Polícia Civil e Brigada Militar cinco pessoas acabaram sendo presas,?inclusive a mulher do Huff, o "Mig", como era conhecido, pertencia a uma facção criminosa do Estado.

O crime

Na segunda-feira passada, três criminosos invadiram a unidade de pronto atendimento vestidos como policiais civis e efetuaram disparos de arma de fogo contra os agentes penitenciários que monitoravam o detento. O agente Clóvis Antônio Roman, de 54 anos, foi morto e outras três pessoas ficaram feridas. Conforme a chefe de Polícia, delegada Nadine Anflor, as investigações acerca do paradeiro dos criminosos foram iniciadas ainda na noite de segunda-feira.

 

Imagens

ULTIMAS NOTÍCIAS

Missão

Ser o veículo de integração da comunidade, contribuindo para o seu desenvolvimento com informação precisa, responsável e imparcial..

+55 (53) 3242-1020 | R Ismael Soares 263 -
Centro | CEP: 96400-390 | BAGÉ | RS | BRASIL

jornalfolhadosul@jornalfolhadosul.com.br