BAGÉ WEATHER
Pandemia

Município volta a proibir permanência nas praças

Foto: Márcia Sousa
Aglomerações e consumo de álcool serão fiscalizados

Após alerta do Estado, o município publicou decreto com novas medidas restritivas. Está proibido o consumo de álcool em locais públicos, como praças e vias urbanas. Assim como não é permitido permanecer em praças e até mesmo em vias urbanas para fins de aglomerações. No entanto, está autorizada a prática de atividades físicas nestes mesmos locais. Mas há limitação de horário: apenas até as 21h. Está proibida, também, a realização de qualquer tipo de evento. Festas, shows, rodeios e afins não estão permitidos.

O coordenador da Vigilância em Saúde, Geraldo Gomes, destacou que o maior desafio, agora, é fazer com que as pessoas entendam que a sensação de liberdade sempre foi falsa e que as medidas são necessárias para evitar que seja preciso recorrer a restrições ainda maiores. Ele lembrou que, sobretudo nos finais de semana, as praças estavam ficando lotadas e destacou pontos como a das Carretas e da Estação, onde muitas pessoas estavam indo, inclusive com crianças.

Assim, será preciso reeducar a população. Será necessário agir como no início da pandemia. O pedido é para que as pessoas utilizem máscaras e que não se aglomerem. Gomes mencionou uma quarta onda, com o aumento do número de leitos ocupados no Estado, e ponderou que muitos gaúchos estão perdendo amigos, pessoas jovens. Vale destacar que algumas ações de fiscalização já começaram a ser implementadas.

Desde quinta-feira, em estabelecimentos onde há música ao vivo, uma equipe da Vigilância em Saúde permanece em frente ao local para ajudar os empresários e os frequentadores a cumprirem as medidas de segurança. Ele lembrou que não é permitido pista de dança nesses locais. O espaçamento entre as mesas também deve ser respeitado. Na quinta-feira, dois locais contaram com atuação da Vigilância. Neste sábado, serão cinco equipes, além daquelas que devem circular pela cidade com o apoio da Brigada Militar.

Gomes também confirmou o fechamento da avenida Sete de Setembro, sobretudo naqueles horários onde muitas pessoas estavam se aglomerando após estacionarem seus carros. Sobre os estabelecimentos onde as equipes atuaram, o coordenador ponderou que os profissionais não estão lá para inibir o acesso, mas para controlar. Trata-se de uma parceria aprovada pelos empresários e uma maneira de evitar que categorias como a dos músicos sofram ainda mais com a pandemia, sem ter onde trabalhar.


Imagens

ULTIMAS NOTÍCIAS

Missão

Ser o veículo de integração da comunidade, contribuindo para o seu desenvolvimento com informação precisa, responsável e imparcial..

+55 (53) 3242-1020 | R Ismael Soares 263 -
Centro | CEP: 96400-390 | BAGÉ | RS | BRASIL

jornalfolhadosul@jornalfolhadosul.com.br