BAGÉ WEATHER
Escolha

Bispo e religiosa falam sobre o mês das vocações

Foto: Reprodução/Internet
?A vocação acertada é um pré- requisito para uma vida feliz?

Agosto é o mês das vocações. A cada domingo, a celebração litúrgica da Igreja Católica é dedicada a uma vocação específica. O primeiro é dedicado a vocações sacerdotais (padre). O segundo lembra a vocação matrimonial. O terceiro recorda a vocação à vida consagrada (freiras e religiosos), o quarto é dedicado a vocação do cristão leigo na Igreja. A reportagem conversou com o bispo Dom Frei Cleonir Paulo Dalbosco e com a irmã franciscana Ana Maria Klein.

O bispo contou que a diocese tem a equipe Serviço de Animação Vocacional, que é coordenada pelo formador do Seminário Diocesano de Bagé, padre Fábio Augusto Santos da Silva. O religioso informou que, neste sábado e domingo, terá um retiro espiritual para os jovens que estão discernindo a vocação. "Durante esse mês, em todas as paróquias da diocese, teremos celebrações e atividades específicas, como retiro para jovens, ações de solidariedade, atividades com adolescentes e jovens nas escolas", disse o bispo.

O mês vocacional será concluído com um encontro diocesano de catequistas, no Santuário de Nossa Senhora Conquistadora.

A Diocese de Bagé conta 18 padres diocesanos, oito padres de congregações religiosas, cinco seminaristas e quatro candidatos ao diaconato permanente. Além disso, estão presentes na diocese representantes das congregações religiosas femininas (freiras)

O bispo disse que tanto os jovens como os adolescentes que quiserem conhecer ou conversar sobre as vocações podem visitar o seminário, as paróquias ou até mesmo o bispado, ou fazer contato com o padre Fabio Augusto pelo telefone (55) 9 9715 6928.

"Não tenham medo"

A diretora do Colégio Franciscano Espírito Santo, irmã Maria Ana Klein, destacou que o maior desafio para a vida consagrada, na atualidade, é não perder de vista o ponto de partida. "Isso quer dizer que devemos sempre voltar ao início de nossa vocação", pontuou.

Segundo ela, também é importante distinguir o essencial do secundário. Nessa linha, mencionou que existem valores que são essenciais e inegociáveis, dos quais não se pode abrir mão. "Precisamos estar inseridos no mundo sem deixar-se absorver pelo consumismo, egoísmo e liberalismo", falou.

Ao ser questionada de que forma as irmãs buscam atrair as jovens para a vida religiosa, a irmã respondeu que elas procuram conversar e, principalmente, mostrar o exemplo de que é possível ser muito feliz na vida consagrada. "Não tenham medo de escutar a voz de Deus, que chama no interior de sua consciência. Se você sente vontade de ajudar as pessoas, isso pode ser um chamado de Deus. Venha conversar conosco. Estamos prontas para ajudar no discernimento", salientou.

A religiosa contou que estão aparecendo vocações adultas. Segundo ela, as irmãs recebem uma mulher de 42 anos e que ela está muito feliz na sua escolha. "A vocação acertada é um pré-requisito para uma vida feliz", asseverou.


Imagens

ULTIMAS NOTÍCIAS

Missão

Ser o veículo de integração da comunidade, contribuindo para o seu desenvolvimento com informação precisa, responsável e imparcial.

+55 (53) 3242-1020 | R Ismael Soares 263 -
Centro | CEP: 96400-390 | BAGÉ | RS | BRASIL

jornalfolhadosul@jornalfolhadosul.com.br