BAGÉ WEATHER
Jardim

Costela de Adão: tudo sobre a exuberante planta

Foto: Reprodução/FS

Elas estão entre as queridinhas: estampam até as roupas e por vezes são a escolha na hora de decorar ambientes, sobretudo quando o objetivo é alegrar aquele cantinho. A costela de Adão tem uma folhagem exuberante e é perfeita tanto para ambientes externos como internos. Um dos principais atrativos da planta é o fato de que não requer tantos cuidados, ou seja, se encaixa perfeitamente na rotina de quem não tem muito tempo para dedicar ou que costuma viajar bastante. Também para aqueles que costumam esquecer que precisam cuidar adequadamente de uma planta. 


Plantio e atenção

A costela de Adão deve ser plantada em um vaso com orifícios que facilitem a drenagem. Além disso, o solo escolhido deve ser turfoso e bem drenado. Ela também precisa de suportes, uma vez que se trata de uma planta trepadeira, que, na natureza, utiliza suas raízes aéreas para se agarrar em grandes árvores.


Cuidados básicos

Os cuidados com a costela de Adão são bem básicos. Em síntese, ela deve ser regada quando o solo estiver seco ao tocar. Uma vez por mês, durante a primavera e o verão, pode-se aplicar um fertilizante líquido.

No dia a dia, é preciso manter as folhas limpas e sem pó. Basta passar um pano úmido (molhe em uma solução com uma gota de detergente normal diluída em alguns copos de água). O ramo também gosta que suas folhas recebam borrifadas de água regularmente.


Iluminação

Apesar de requerer poucos cuidados, essa planta precisa de muita luz indireta para poder se desenvolver. No inverno, inclusive, pode-se até deixar que ela receba luz solar direta (sem excesso, pois pode queimar a plantinha).


Algumas curiosidades

A costela de Adão por vezes é utilizada em estampas de roupas de verão justamente porque representa o tropical e a suntuosidade das Américas. 


A espécie é nativa do México. Ela também é conhecida como monstera deliciosa, porque dá saborosos frutos.


A planta pode atingir 20 metros de altura. 


Mestres da filosofia chinesa atribuem à costela de Adão a capacidade de atrair boa sorte. Inclusive, é recomendada no Feng Shui. 

Também representa longa vida. Por isso costuma ser dada a quem está aniversariando. 


Não combina com pets

É bem difícil evitar o acesso dos animais às plantas que estão ao alcance deles. Por isso, o ideal é não ter em casa plantas que possam representar perigo para a saúde dos cães e gatos. E a costela de Adão é tóxica para eles. Se ingerida pelos animais domésticos pode gerar coceira, paralisia na língua e vômitos.

Caso tenha a planta e um animal, o ideal é colocar o vasp em uma área restrita ao acesso deles. Vale lembrar que, por vezes, nem é necessário a ingestão das plantas para causar quadros de intoxicação, mas até mesmo um simples contato. Vale o alerta: se houver contato ou ingestão, é preciso correr até o veterinário. Quanto mais cedo, mais chances de tudo dar certo!

Imagens

ULTIMAS NOTÍCIAS

Missão

Ser o veículo de integração da comunidade, contribuindo para o seu desenvolvimento com informação precisa, responsável e imparcial.

+55 (53) 3242-1020 | R Ismael Soares 263 -
Centro | CEP: 96400-390 | BAGÉ | RS | BRASIL

jornalfolhadosul@jornalfolhadosul.com.br