BAGÉ WEATHER
UFC

Marina Rodriguez pode lutar no dia 8 de maio

Foto: Acervo Pessoal/Marina Rodriguez
Bageense está cotada para a luta principal da noite

O evento do Ultimate Fighting Championship (UFC) do próximo dia 8 de maio está sem uma luta principal, e uma brasileira em ascensão pode assumir a missão de liderar o card de última hora. A bageense Marina Rodriguez está cotada para fazer a luta principal da noite.

TJ Dillashaw faria a principal luta contra Cory Sandhagen, mas sofreu uma lesão esta semana e foi forçado a deixar o evento. Em vez de substituí-lo, o Ultimate optou por buscar uma luta completamente nova, em outro gênero e categoria, para servir de evento principal: Marina Rodriguez x Michelle Waterson.

Ex-campeão peso-galo, Dillashaw faria seu retorno depois de dois anos afastado após ser flagrado em exame antidoping. No entanto, o lutador americano sofreu um corte no supercílio durante um treino esta semana e foi vetado de lutar no dia 8 de maio - ele mesmo revelou sua saída do evento nas redes sociais. Com poucas opções disponíveis para encarar de última hora Cory Sandhagen, atual número dois do peso-galo, o UFC decidiu adiar o combate.

Mas em vez de promover outra luta já marcada para o card, o Ultimate buscou uma luta nova para o evento principal, que acontece daqui a poucos dias. A bageense Marina Rodriguez, sexto lugar do ranking peso-palha, foi convocada para enfrentar a americana Michelle Waterson, nona colocada. A luta ainda está sendo negociada e depende de alguns detalhes burocráticos, segundo apurou o Combate.com. O site "MMA Fighting" foi o primeiro a noticiar os planos do UFC para este confronto.

Marina, de 33 anos, vem de vitória sobre Amanda Ribas em janeiro. Na ocasião, ela substituiu Waterson, que era a adversária original de Ribas e se lesionou pouco antes do evento. A lutadora gaúcha tem um cartel de 13 vitórias - sendo seis nocautes, seis decisões de juízes e uma finalização -, uma derrota e dois empates. Waterson, 35, também venceu sua última luta e tem 18 vitórias e oito derrotas na carreira.

A última vez que a bageense subiu no octógono foi em janeiro deste ano, no duelo entre brasileiras contra Amanda Ribas, no UFC 257, em Abu Dhabi. Na ocasião, Marina precisou nocautear duas vezes a adversária. Na primeira vez, o árbitro Herb Dean esboçou uma interrupção, mas não parou a luta. Ela chegou a comemorar a vitória, porém precisou se recompor e voltar para a disputa. Depois, a vitória veio por nocaute técnico, fazendo com que Amanda perdesse a invencibilidade de quatro vitórias consecutivas.


Confira o card atualizado do evento:

UFC

8 de maio de 2021, em local a ser anunciado

CARD PRINCIPAL:

Peso-palha: Marina Rodriguez x Michelle Waterson*

Peso-meio-médio: Donald Cerrone x Diego Sanchez

Peso-meio-médio: Neil Magny x Geoff Neal

Peso-pesado: Maurice Greene x Marcos Pezão

Peso-leve: Diego Ferreira x Gregor Gillespie

Peso-palha: Amanda Ribas x Angela Hill

CARD PRELIMINAR:

Peso-pesado: Bem Rothwell x Philipe Lins

Peso-médio: Phil Hawes x Kyle Daukaus

Peso-pena: Ludovit Klein x Mike Trizano

Peso-meio-médio: Christian Aguilera x Carlston Harris

Peso-mosca: Ryan Benoit x Zarrukh Adashev

Peso-médio: Jun Yong Park x Tafon Nchukwi

*Luta ainda não foi anunciada oficialmente


Missão

Ser o veículo de integração da comunidade, contribuindo para o seu desenvolvimento com informação precisa, responsável e imparcial..

+55 (53) 3242-1020 | R Ismael Soares 263 -
Centro | CEP: 96400-390 | BAGÉ | RS | BRASIL

jornalfolhadosul@jornalfolhadosul.com.br